"Alguns sentimentos, experiências, fatos marcantes, pessoas, amizades, conquistas, sons, versos, poemas, imagens, lugares, idéias, ideais, sonhos, paixões, anseios, fôlego... tudo isso transformado em palavra."
[Importante] Caro leitor, sinta-se a vontade em divulgar os textos aqui postados, referenciá-los e etc, só não se esqueça de mencionar a fonte, o autor e o link para o blog. Todos os textos são registrados. Obrigado!

segunda-feira, 31 de maio de 2010

A glória de conhecer o Senhor

Leia Salmo 8 e I Crônicas 21.

Davi vivia um momento de glórias militares. Derrotou os filisteus, os moabitas, os arameus, os amonitas... subjugou-os, controlou suas cidades, matou reis. Não havia quem não conhecesse Davi, o grande guerreiro!

O que poderia estragar esse momento? Haveria ainda algum rei que quisesse enfrentar Davi e seu exército? Haveria algum desinformado naquela terra que ainda não ouvira falar de Davi?

Mas Davi se encheu de auto-confiança e se esqueceu que suas vitórias foram obtidas unicamente mediante a graça de Deus. “Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas. Mas o que se gloriar glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor” (Jeremias 9:23-24).

O rei Davi cometeu o erro de contar o povo de Israel, sem consultar ao Senhor, e Deus não se agradou disso! Davi estava se gloriando no Senhor ou na sua força? Em Êxodo 30:11-15, o Senhor deu instruções a Moisés sobre o recenseamento do povo: cada recenseado tinha que pagar o resgate de meio siclo como oferta ao Senhor, para que não houvesse praga entre o povo. Davi se esqueceu disso.

O Senhor reprovou a atitude de Davi e feriu Israel com uma praga e setenta mil homens morreram. O profeta Gade lhe deu três opções: três anos de fome, três anos fugindo dos inimigos (que não iriam poupá-lo), ou três dias de praga, que o Senhor enviaria. Davi reconheceu o erro e escolheu cair nas mãos do Senhor.

Sempre que nos enchemos de auto-confiança, superioridade, satisfação ao extremo pelos nossos feitos, nos achando “acima da média”, supercrentes... parece que nosso cérebro fica reduzido ao tamanho de uma ervilha, e esquecemos que as nossas vitórias vêm das mãos poderosas do Senhor, e não do nosso esforço braçal. E, já que estamos cheios de tanta coisa, o Espírito Santo não encontra lugar para operar em nossas vidas. Não há espaço para Ele. Preferimos cear sozinhos...

Porque não nos gloriamos em conhecer o Senhor? Simplesmente e unicamente nisso? Andar com Ele, cear com Ele, conversar, não ter reservas, se debruçar sobre os Seus ensinamentos e, enfim, conhecê-lo um pouco mais a cada dia!

Eu quero conhecer o Senhor intimamente, o Deus que me criou e me cerca de cuidados! Quero que Ele tenha prazer em caminhar comigo, lado a lado, como bons e velhos amigos. E me gloriar sim, mas pelo simples e maravilhoso fato de conhecê-lo!

A Ti, Senhor, toda glória!

Um comentário:

Alexandre Pitante disse...

Paz,


Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus continue lhe abençoando poderosamente.

Estou seguindo o vosso blog.

Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo. Comente, pois seus comentários são muito importante para mim poder estar sempre em melhorias no meu blog.

http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

Siga-nos também.

Fica com Deus.
Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.