"Alguns sentimentos, experiências, fatos marcantes, pessoas, amizades, conquistas, sons, versos, poemas, imagens, lugares, idéias, ideais, sonhos, paixões, anseios, fôlego... tudo isso transformado em palavra."
[Importante] Caro leitor, sinta-se a vontade em divulgar os textos aqui postados, referenciá-los e etc, só não se esqueça de mencionar a fonte, o autor e o link para o blog. Todos os textos são registrados. Obrigado!

domingo, 18 de julho de 2010

Falando sobre amigos

“Amizade não é coisa que se força para acontecer... não precisa!”

“Ser amigo é algo belo e puramente simples! É conhecer, se importar com as pessoas mesmo que não obtenha retorno!"

“Amigos são ´o vento sob as minhas asas´, fazendo-me não desistir tão facilmente e olhar além do que estou acostumado a ver... Olhar para o céu e ver a solução em Deus!”

“Quanto mais amamos um amigo, tanto mais amaremos o que ele ama e aborreceremos o que ele aborrece... E assim, conhecendo-o a cada dia, a cada momento, percebemos que o amor é bem mais do que pensamos, é algo divino! E quando deixamos que as nossas fraquezas sejam vistas pelo nosso amigo, é porque confiamos e sabemos que não irá apontar-nos em meio a multidão, irá sim, nos ajudar a reparar cada defeito! É a confiança em seu mais alto estágio!”

“Muito mais difícil que conquistar é, a cada dia, manter-se amigo! Em cada situação, em cada estação... A primavera passa rapidamente, época cheia de sorrisos fartos e alegrias; o verão se aproxima e as andorinhas se unem... O outono leva consigo nossas folhas de proteção e o inverno deixa-nos expostos ao vento frio... Mas se temos amigos, podemos nos congratular, seja em qualquer situação!”

“A cada dia, a amizade é fortalecida, seja por um aperto de mão, um abraço... É mais um tijolo que colocamos na construção da nossa amizade! E certamente vale a pena patrocinar essa empreitada, construir o que é bom e desconstruir tudo aquilo que, realmente, nunca nos levou a nada... (“as fortalezas” de pensamentos ruins, “as muralhas” do mau humor, etc.)”

“Amigos voam mesmo... não há como impedi-los! A vida é cheia de surpresas, oportunidades, novos projetos e trajetos, novos horizontes, novos vôos... Mas é bom demais conferir o sucesso daqueles que perseveraram e, mesmo com a distância, guardam no coração os velhos amigos, os maiores sorrisos, as lembranças... Ainda hoje me deparo com a agenda cheia de amigos-voadores, que se foram, conquistaram, cresceram... e que de vez em quando utilizam a tecnologia para dizer um alô, mandar um e-mail ou um simples recado por outro amigo: “Eu ainda estou vivo... e venci!”

“Ah... como seria bom se amigos falassem mais (alguma palavra tocaria o coração); abraçassem mais (um gesto desses diz tudo, quando as palavras falham); chorassem mais (é mais fácil encarar a dor quando não estamos sós); rissem mais (a vida teria mais graça). Seria bom demais se não fôssemos tão comedidos, se não construíssemos tantas fortalezas de isolamento ao nosso redor. Seríamos mais "nós mesmos", sem rótulos, sem máscaras. Amigos, como amigos devem ser!”

“Se estamos dispostos a aprender a amar, precisamos nos relacionar. A vida é feita de relacionamentos. E quando mesclamos uma dose de amor sincero aos nossos relacionamentos, deixamos uma marca nas pessoas, que o tempo nem a distância poderão apagar. São momentos juntos, lágrimas não-fingidas, tempo gasto sem arrependimento, palavras firmes e não “jogadas ao vento”, sorrisos fartos e sem temor do que possa beirar o “ridículo”, abraços apertados, olhos fechados em oração, pensamento sempre perto, mão sempre estendida e coração aberto... Isso sim é amizade!”

[Trechos de algumas mensagens que escrevi sobre o tema amizade entre 2000 e 2009. Veja as postagens na íntegra em “Arquivo do blog” nos meses de julho/08 e julho/09 – Textos registrados]

domingo, 20 de junho de 2010

Confiança

Estou pensando sobre confiança. Não me debrucei sobre livro algum, nem busquei algum estudo na internet, e também não pesquisei nenhum versículo na Bíblia (apesar das muitas referências disponíveis). Apenas estou pensando sobre a confiança que tenho/deveria ter em Deus.

Hoje ouvi uma reflexão que me marcou. Eu estava na Igreja, participando de um culto, e o ministro de louvor, entre uma canção e outra, falou as seguintes palavras:

“Porque depositamos toda a nossa confiança no Senhor, podemos descansar, fechar os nossos olhos, sentir a Sua Presença como brisa suave, despreocupar-se dos problemas, abandonar as tensões do dia-a-dia. Somente porque confiamos, podemos fechar os nossos olhos e ter a certeza de que tudo está bem!

Mas quando não confiamos, precisamos manter os olhos bem abertos! A desconfiança já está reinando e a qualquer momento o mal pode vir e não queremos ser pegos de surpresa! Devemos manter os olhos “arregalados”, a espreita. Afinal, confiamos apenas no nosso próprio braço!

Quem confia no Senhor, sabe bem o que é descansar e dormir sossegado!”

Coisa simples, não? Só descansa quem confia. Só fecha os olhos para os problemas aquele que os deixou ao pé da cruz. Só dorme tranqüilo aquele que deposita sua confiança no Deus que tudo pode!

Estou comprometido a fazer esse exercício espiritual! Confiar mais e murmurar menos. Quem de nós não precisa de noites bem dormidas? Quem de nós não precisa de um coração sossegado em Deus?

Confiar. Fechar os olhos. Descansar. Porque eu não pensei nisso antes?